ATA DA 24ª SESSÃO ORDINÁRIA DO PODER LEGISLATIVO DE HERVEIRAS

Publicado em 28/07/2022, Por Poder Legislativo de Herveiras

ATA DA 24ª REUNIÃO ORDINÁRIA, DA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA, DA 7ª LEGISLATURA DO PODER LEGISLATIVO DE HERVEIRAS, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, REALIZADA DIA 18 DE JULHO DE 2022. SAUDAÇÃO INICIAL: O Senhor Presidente, Vereador Antonio Gildasio Corte Vieira cumprimentou os vereadores e vereadoras, funcionários da casa, representante do Jornal Serrano e demais pessoas presentes. I - VERIFICAÇÃO DO QUÓRUM: Registrou a presença dos seguintes vereadores: Ana Francieli Rodrigues dos Santos, Antonio Gildasio Corte Vieira, Antonio Miguel Nunes de Moraes, Arceno de Bastos, Camila Maiara Bringmann, Darci de Bastos, João Alcemiro Claas, Paulo Roberto da Costa e Valdir Palhano de Siqueira. II - VOTAÇÃO DA ATA: O Senhor Presidente colocou em discussão a ata da 23ª reunião ordinária, realizada no dia 11 de julho de 2022. Como não houve discussão, foi posta em votação e aprovada por unanimidade. III – EXPEDIENTES: Ofício nº 025/E/2022 de autoria do Poder Executivo. Assunto: Encaminhamento de informações referentes a recursos do Pavimenta - RS. IV – ORDEM DO DIA: O Presidente pôs em discussão a manutenção da 25ª reunião ordinária para o dia 25/07/2022, feriado do dia do Colono e Motorista. Como não houve discussão, foi à votação e aprovado por unanimidade a manutenção da reunião para esta data. VI - EXPLICAÇÕES PESSOAIS: Vereador Valdir Palhano de Siqueira: Saudou o Presidente, colegas vereadores, vereadoras, Assessor Jurídico, os servidores da casa, o Carlos que sempre está presente nas sessões, a esposa do Dione. Parabenizou o Presidente do Legislativo pela passagem de seu aniversário, desejou-o muita saúde, paz e sucesso nessa caminhada. Também parabenizou-lhe pela bela iniciativa por levar no peito esse trabalho, relacionado à comissão da RSC - 153. Da mesma forma, parabenizou ele pelas entrevistas, pelo chamamento que tem sido feito no meios de comunicações para que se possa fazer ou demonstrar pelo menos alguma preocupação de toda a população, da comunidade. Mencionou que quem transitava principalmente na RSC - 153, tinha uma preocupação com esta estrada, desse abandono, esse desrespeito que tinham com essas pessoas que usavam essa rodovia. Disse que foram bem pensadas e comentadas as entrevistas que surgiram na rádio, sendo que isso era bem importante. Ressalvou que as pessoas dessem este apoio que precisavam para este movimento no dia 27, lá na 287. Acrescentou que não adiantava querer fazer um movimento e as pessoas querer ficar em casa e achar estava tudo muito bonito, muito bem, e eles lá, precisando de gente para demostrar que não estavam satisfeitos com o que está acontecendo. Desejou os parabéns ao colono e motorista pela passagem desse dia. Agradeceu e encerrou sua manifestação. Vereadora Ana Francieli Rodrigues dos Santos: Saudou o Presidente, colegas vereadores, Vereadora, Assessor Jurídico, a esposa do Dione que se fez presente, aos funcionários da casa, ao Carlos, ao Deivid, aonde desejou que fossem todos bem-vindos. Agradeceu o serviço prestado por parte da Secretaria de Obras, de forma especial ao Clécio que na semana anterior, na quinta-feira, ela esteve na casa da sua mãe e veio muito apavorada lhe pedir que fosse falado para ele colocar uma fluorescente na frente da casa dela, porque por duas vezes, quando numa noite seu irmão estava em casa e outra não, tinha gente ao roda da casa dela. Falou que muitos sabiam que ela mora sozinha, que sabia que às vezes não era nem por questão bem materiais, pois ela não tinha, mas as pessoas eram cruéis, maldosas. Acrescentou que haviam acontecido casos em Herveiras, de entrarem na casa de pessoas idosas que moravam sozinhas, então lhe bateu uma preocupação porque sua mãe tinha que ligar a luz da área para enxergar lá fora, por isso havia falado com o Clécio na quinta da tarde e na sexta já colocaram a fluorescente para ela. Comentou que sua mãe havia ficado agradecida, assim como o seu cunhado também havia recebido uma lá. Explicou a importância, pois tinham fumo seco em casa. Disse que o Clécio havia falado que davam prioridade para as pessoas, principalmente idosas e comércios que precisavam. Em nome da sua mãe principalmente, agradeceu a ele com a rapidez que prestaram o serviço, porque ela ficou bem mais aliviada agora. Ressalvou que mesmo que seu irmão morava na frente da casa dela, mas nem sempre estava em casa, inclusive esse dia que ela viu o movimento perto da casa eram 9:00 horas da noite, sendo que viu que ele não estava. Ana disse que ficou feliz, por ela ter logo contado, porque ela como filha ficava preocupada, então essa iluminação em frente à casa dela vai daria uma segurança maior para ela também. Comentou que na parte da tarde nesta data às 13 horas esteve na Prefeitura conversando com o Prefeito Nazário e a vice Carla. Deixou dito que para algumas pessoas que vieram lhe procurar por causa de questões que estavam acontecendo no posto de saúde, foi conversado, esperava que sendo resolvido e não vinha ao caso citar os acontecimentos na sessão. Mencionou que até já havia comentado com seu colega Vereador Antonio Vieira que também havia lhe citado sobre alguns acontecimentos chatos, como por exemplo: mal atendimento muitas vezes. Ressaltou que sempre diz que a saúde do município era cara do povo daqui, pois se tendo uma saúde boa a população estaria feliz. Comentou ainda que ninguém iria num posto de saúde para passear, se ia era porque não estava bem e o mínimo que deveria de acontecer era de se receber um bom atendimento na recepção, um bom dia ou um boa tarde que fosse. Disse que após esta conversa com o Prefeito e a Vice-Prefeita, esperava que alguns fatos que houveram não viessem a ocorrer mais. Parabenizou o Presidente pela passagem do seu aniversário, desejou a ele acima de tudo saúde, porque se tendo saúde o restante se corria atrás, que Deus protegesse sempre a sua caminhada, que continuasse sendo esse cara de pulso firme, com tudo aquilo que quisesse, que lutasse por aquilo que desejava conquistar. Disse acreditar que todos aqueles que apoiaram a lhe colocar aqui na Câmara estavam orgulhosos dele, porque ele estava muito bem representando. Agradeceu por cada conselho também, porque quando iniciou estava meio perdida, e ele esteve ali junto também apoiando. Encerrou sua manifestação desejando muito êxito na sua caminhada e que alcançasse cada vez mais os seus objetivos. Vereador Antonio Gildasio Corte Vieira: Em primeiro lugar agradeceu as parabenizações pelo telefone e se desculpou por não ter respondido, um pouco por desleixo, também por não ter energia elétrica, sendo que se acabava fazendo outras coisas e acabava esquecendo de responder os amigos. Agradeceu o Vereador Valdir, as vereadoras Ana e Camila pelas parabenizações, sendo que ficava muito feliz, sempre por ter a juventude nessa casa trabalhando e se empenhando em prol da população. Sobre a Comissão Avante 153, disse que o Valdir e o Douglas tinham lhe acompanhado seguidamente, sendo que tinha alguns momentos que pensava em parar com isso, mas ao mesmo tempo, andando nessa estrada com as más condições dessa pista que tinha atualmente, se via que tinha que continuar, que não se poderia parar. Pediu para que toda a população local se fizesse presente lá, de repente alguns não vão conseguir estar lá, mas se não tiver que mandasse alguém da família. Falou que não adiantaria ir lá com meia dúzia de pessoas ou o pessoal da comissão e eles não terem a representação do povo, porque na real o pessoal da comissão também vai estar envolvido, mas principalmente o povo precisava estar. Comentou que já pediu em algumas estações de rádio e no dia seguinte provavelmente iria pedir de novo na Rádio Cachoeira FM. Ressalvou que este espaço não era para ele, mas para a Comissão, para o povo. Falou que estava colocando lá pensamentos dele e dos colegas da Comissão e lamentou dizer que se não fosse dessa forma, não iriam ganhar nada antes dessa eleição. Disse que esperava que pudessem ganhar alguma coisa com isso, ou seja, que o povo que transitava por esta rodovia diariamente nessa estrada. Mencionou que na próxima segunda-feira, dia 25 de julho, teriam um dia importantíssimo, do colono e motorista. Disse que se até dia 27, na quarta-feira, não tiver início as obras, automaticamente esse movimento iria sair, porque quem era o prejudicado atualmente era o motorista com essa estrada e o agricultor que tinha sua produção transportada pelos motoristas, sendo que o Governo do Estado e o Daer certamente não estavam sofrendo com esta situação do asfalto. Concluiu dizendo que o povo que valorizasse isso, porque estavam trabalhando e perdendo hora de sono, mas em troca de algo bom para a região. Não havendo mais nada a tratar, o Presidente do Poder Legislativo informou que a próxima reunião ordinária ocorreria no dia 11 de julho de 2022, às 19 horas, nas dependências da Câmara de Vereadores. Declarou encerrada a reunião.